Arredores

As guias de viagens, todas com muito bom criterio, na altura de recomendar visitas ou excursões em torno de Lisboa, afirmam que:

A costa de Lisboa oferece tantas coisas para ver e fazer que bem merecem uma visita especial. A oeste, colinas pontilhadas com palácios que se estendem até as falésias da costa. Ao sul, na margem sul do Tejo, poderá desfrutar de praias largas, de aldeias piscatórias e reservas naturais.

Recomendam basicamente os seguintes locais, todos a menos de 50 kilómetros:

Cascais, Estoril, Sintra, Palácio de Queluz, Mafra, Costa de Caparica, Sesimbra, Setúbal ou Serra da Arrábida.
E eles dizem o seguinte sobre esses sites:

…Sem dúvida, o primeiro lugar para ir é a pequena cidade de Sintra, cujo centro histórico, Vila Velha, guarda imperdíveis tesouros arquitetônicos, desde as casas medievais até o imponente Palácio de Sintra. Só se afastar do centro encontra villas e quintas com jardins e parques bem conservados, e entre eles pode-se visitar o enigmático Palácio Regaleira e seus jardins, ambos envoltos em uma atmosfera de magia e esoterismo, e o Palácio de Seteais, que data do século XVIII e hoje é um hotel de luxo.

Nas colinas contíguas, o Palácio da Pena, um castelo de conto de fadas tornado realidade, e as ruínas do Castelo dos Mouros, com as suas vistas magníficas, são dois pontos que não se deve perder.

Seguendo o percorrido pela serra de Sintra encontramos embalado em belos jardins românticos o Palácio de Monserrate. Em contraste, depois de ver muitos palácios e luxo, a visita ao Convento dos Capuchos oferece um outro aspecto da vida nos arredores da Lisboa opulenta.

A Serra da Sintra cai ebruptamente no Oceano Atlântico no Cabo da Roca, indicando o ponto mais ocidental da Europa continental. Para o sul ao longo da costa, o turista chega a Cascais e Estoril, com as suas famosas praias.

Sintra, desde o castelo dos Mouros

Sintra, desde o castelo dos Mouros

O extravagante Palácio de Queluz, na cidade de mesmo nome, com os seus jardins em estilo barroco francês é muitas vezes referido como o “Pequeno” Versailles Português.

Para concluir o percurso de palácios pela zona norte, temos que mencionar o Palácio de Mafra, um palácio-mosteiro que se ergue como um gigante na pequena cidade de Mafra.

A Outra Banda, na margen sul do Tejo, não é tão elegante, mas são muito pitorescas as vilas de pescadores, como Sesimbra e Alcochete, e as praias da Costa da Caparica são muito populares entre o povo de Lisboa. No interior, a exuberante serra de Arrábida acolhe a vila de Palmela, com o seu impressionante castelo-pousada com vista para o vale, e o Convento da Arrábida, um convento franciscano escondido entre a vegetação.

Em Setúbal, pode visitar a Catedral, com seus belíssimos azulejos, o Convento de Jesus, tesouro Gótico da cidade, e o Castelo de São Felipe, uma antiga fortaleza em forma de estrela que agora abriga uma pousada.

Temos pouco que acrescentar à proposta e inscrever-se o que é dito. No entanto, desde poramoralisboa.com temos a confiança de oferecer-lhes sugestões muito pessoais, que, como tais, pode ter em conta ou, pelo contrário, agir como sua escolha livre e legítima. As visitas a locais de interesse em torno de Lisboa depende da disponibilidade de tempo. E assim, se fosse a Lisboa pela primeira vez, melhor caminar bem a cidade e deixár Cascais, Sintra e outros para futuras visitas.

No entanto, se você realmente tem tempo e já cobriu Lisboa, ou já está na altura das visitas de “futuro”, ou se quiser apenas dar uma volta por lá, as nossas recomendações:

* Sintra, visitá-lo se você tiver uma tarde ou uma manhã inteira para fazer isso. Muito vale o esforço. Mas evite ir no sábado ou domingo: está sempre lotado.

* Para visitar o Estoril-Cascais, o seu caso é pegar o trem suburbano no Cais do Sodré e fez a Linha de trem inteira, que corre paralela à costa e num dia ensolarado é uma viagem de recreio. Existe uma avenida que liga Cascais e Estéril, são apenas três quilômetros. Vale a pena fazer ao pé.

* Para um dia de praia: Carcavelos, Caparica, Meco, Guincho, Setúbal e / ou Portinho da Arrábida, segundo os kilómetros que você quer fazer. As duas últimas são mais de amanhã, a exposição sul. Se nao dispõe de carro, melhor Carcavelos.

Playa de Carcavelos

Playa de Carcavelos

* Se você tem um dia inteiro, recomendamos uma visita a Óbidos e à Foz do Arelho, a uma hora de carro, e de lá regressar a Lisboa ao longo da costa, parando em aldeias de pescadores como Ericeira, ou que chamem a sua atenção.

Óbidos

Óbidos

* Para escolher onde comer, nada melhor que optar, de acordo com seu gosto e economia, pelos restaurantes locais. Fiese e pergunte, mas lembre-se dos horários Portuguêses.

Mais informação, em “Escapada express”.